Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Gato Pardo

Para quem conhece, vocês estão mais que vacinados. Vocês não conhecem isto? São maiores de idade? Trazem o vosso cartão de cidadão, boletim de vacinas e resgisto criminal? Não? Fantástico!!!

Gato Pardo

Para quem conhece, vocês estão mais que vacinados. Vocês não conhecem isto? São maiores de idade? Trazem o vosso cartão de cidadão, boletim de vacinas e resgisto criminal? Não? Fantástico!!!

Num tem álcóle? Então num boue...

27.06.14publicado por Gato Pardo

É sempre bom rever velhos amigos que passam a vida fora do país. Nem que seja via Skype.

 

- Então, onde andas agora? - perguntei.

- Arábia Saudita. País dos diabos, digo-te.

- Então?

- Pá, da última vez que lá tive apanhei um sacana dum vírus, fiquei todo marado.

- Mas era o quê, gripe?

- Uma coisa chamada Coronavírus.

- Pois, sempre te disse que mamares cerveja mexicana um dia dava cabo de ti...

- Acho que a m*rda do vírus foi gerado pelos camelos...

- Bem, ao longo da tua vida já agiste umas quantas vezes como tal, portanto fica tudo mais ou menos em família...

- É...e acabei metido com uma árabe.

- Ai sim? E que tal?

- Não sei. O máximo que consegui foi que ela piscasse os olhos sucessivamente debaixo daquela túnica preta. Deve ser o equivalente a orgasmos múltiplos...

- Hã...pois...Isso não sei, rapaz. Não sou doutorado no mundo árabe. E que mais?

- Olha, estou lixado porque agora é o Ramadão e se me apanham a fumar um cigarro na rua nunca mais me pões a vista em cima.

- E porque raio não fumas em casa?

- Porque não tenho máquina de café em casa e gosto do meu cigarro a acompanhar a cafeína.

- Portanto, voltaste a agir como um teenager a fumar às escondidas. Só que em vez de ser da tua mãe, é da bófia.

- Se bem me lembro, quem a minha mãe apanhou a fumar foste tu. E quem ouviu uma descasca, fui eu...

- Pois foi. Belos tempos...

- Mas olha, sabes do que realmente sinto falta?

- Sexo desenfreado com uma equipa semi profissional sueca de andebol?

- Também. Mas aquilo que me dá cabo da mona é mesmo o álcool. Não há pinga de álcool nesta terra maldita.

- Portanto, deixa-me ver se entendi. Apanhaste um vírus de uma bossa, andaste a fazer olhinhos a uma árabe porque basicamente era só o que vias dela, andas a fumar pelos becos como um delinquente  não bebes pinga de álcool. Porra pá, tornaste-te uma pessoa normal! Estou escandalizado...

- Verdade. Tenho de voltar a Portugal por uns dias para retomar todos os velhos hábitos.

- Claro, não te vou deixar tornares-te messe paladino de normalidade...

 

Arábia Saudita. Nunca lá meter a peida. CHECK!

2 comentários

Comentar este post